Secretarias alinha ações para realização da Mostra de Artesanato em Parintins

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (SEC) passa agora a coordenar o projeto da Mostra de Artesanato e Economia Solidária, evento tradicional na programação do Governo do Estado em Parintins, no período do Festival Folclórico, em junho. A centralização na SEC da organização da mostra foi definida em reunião realizada nesta quarta-feira (05.02), na Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

A meta é otimizar recursos e apresentar um projeto que expresse de forma clara a identidade do Governo do Estado, disse o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Jório Veiga. Como a SEC detém expertise na organização de eventos desse porte, e também já promove outros eventos durante o Festival de Parintins, foi uma opção de consenso entre os representantes dos demais órgãos presentes na reunião, incluindo a presidente da Amazonastur Roselene Medeiros.

O secretário de estado de Cultura Apolo Muniz, disse que o próximo passo é a elaboração de um projeto básico, a partir das propostas  a serem apresentadas pela Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo (Setemp) e Federação Estadual do Índio (FEI, órgãos que ficaram responsáveis pela edição da mostra no ano passado, e depois abrir processo de licitação.

Instalada na área frontal da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, a tenda do Governo onde a Mostra de Artesanato é realizada, chega a reunir uma média de público de mais de 20 mil pessoas. A previsão é que este ano participem do evento cerca de 70 artesão, 20 dos quais indígenas.

No ano passado, as vendas de artesanato durante a Mostra em Parintins somaram R$ 344.110,00, de acordo com balanço da Setemp. A exposição recebeu um público de 22.800 pessoas, e cerca de 30.639 mil peças, incluindo encomendas, foram comercializadas por artesãos de Parintins, Manaus, São Gabriel da Cachoeira e Nhamundá.