Sedecti participa de programação da Suframa em Campinas

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), por meio da Secretaria Executiva de Desenvolvimento Econômico (Sedec), participou nos dias 31 de agosto e 1o de setembro, da programação de atividades promovida pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) na cidade de Campinas (SP).

A ação teve como objetivo promover o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e buscar maior integração com a classe empresarial e industrial do Estado de São Paulo, além de fortalecer parcerias institucionais entre os dois Estados.

Na ocasião, a Sedecti foi representada pelo chefe do Departamento de Diversificação Econômica (DDE) da Sedec, José Sandro da Mota Ribeiro. Ele destacou que o evento foi muito rico em troca de experiências, além de muitos aprendizados.

“O encontro foi muito bom e a Sedecti teve uma importante contribuição, quando tivemos a oportunidade de explanar sobre o trabalho que o Governo do Amazonas realiza, por meio dos incentivos fiscais concedidos junto às empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). Além disso, pudemos visitar alguns locais de experimentos de negócios inovadores bem interessantes e aprender com a experiência”, destacou José Sandro.

 

Na programação da comitiva liderada pelo superintende da Suframa, Algacir Polsin, foi realizado um encontro na sede do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), que conta com aproximadamente 560 empresas associadas, distribuídas em 19 municípios da região e atuantes em segmentos diversos, tais como: eletroeletrônico, metalúrgico e químico, entre outros.

“A ajuda do Ciesp na difusão das vantagens e das oportunidades da Amazônia é sempre muito bem-vinda. Nossa intenção é intensificar parcerias, somar esforços e fazer crescer o País como um todo. Estamos abertos a todas as empresas da região, a qualquer tempo, para esclarecer dúvidas e ajudar a mostrar a realidade produtiva e as oportunidades da nossa região”, destacou Polsin.

O diretor titular do Ciesp Campinas, José Nunes Filho, destacou que a Suframa teve um excelente desempenho no último ano de trabalho, a exemplo de outras entidades do governo federal, e chamou atenção também para o fato de a ZFM contar com mais de 500 empresas, o que mostra a grande capacidade produtiva da região.

“A Zona Franca de Manaus é um projeto muito interessante. Queremos que o Ciesp seja cada vez mais uma ponte entre a Suframa e o empresariado da região e vamos fazer com que esse contato entre as instituições seja perene dentro do Ciesp e só venha a se multiplicar”, disse Filho.

Assessoria de Comunicação